Profissionais de saúde: 8 dicas práticas para divulgar o seu trabalho nas redes sociais

Se antes os profissionais de saúde eram buscados no bom e velho catálogo do plano de saúde, hoje essa busca migrou para a internet. E, quando dizemos internet, não estamos nos referindo a um catálogo on-line disponibilizado pelas operadoras dos planos, e sim ao número crescente de profissionais que vêm apresentando seus serviços em perfis profissionais de redes sociais e sites voltados para esse fim.

Nessa nova abordagem junto aos clientes, sai na frente quem já entendeu que é preciso investir em presença digital e inovar na hora de oferecer seus serviços. Pensando nisso, vamos trazer no post de hoje 8 dicas incríveis para divulgar seu trabalho nas redes sociais. Não deixe de conferir!

1.Conheça seu público

O primeiro passo sempre será conhecer o seu público. Por isso, é importante perguntar a si mesmo: Quem são meus potenciais clientes? Qual a faixa etária dessas pessoas? Seu nível de renda? Escolaridade? O que elas esperam de um serviço como o meu?

A resposta dessas e de outras perguntas será útil para orientar toda a sua estratégia nas redes sociais, como linguagem empregada nas publicações, tipo de conteúdo criado, forma de promover sua imagem, entre outras questões. 

2. Crie conteúdo relevante para as redes

Depois de se esforçar em entender o perfil médio de seus clientes e potenciais clientes, é hora de planejar a criação de conteúdo relevante para chamar a atenção dessas pessoas para o seu trabalho. Vamos utilizar um exemplo prático como as redes sociais de um dentista.

O que profissionais de saúde nessa área podem apresentar de relevante? Algo que está em alta é a realização de procedimentos estéticos, como o clareamento dental e a harmonização facial. Por se tratar de algo que ainda está se popularizando, é razoável supor que as pessoas queiram saber mais sobre esses procedimentos. Logo, estamos falando de um assunto que por si só já renderia bons temas para publicações nas redes.

Pense, por exemplo, em uma pequena lista com perguntas e respostas trazendo as dúvidas mais frequentes das pessoas. Ou, ainda, vídeos curtos com o dentista explicando como tudo acontece na prática. Temos dezenas de possibilidades para serem exploradas.

3. Distribua conteúdo de forma assertiva

Mais que criar conteúdo, é preciso distribuí-lo de forma assertiva. Afinal de contas, de nada adianta contar com uma “boa mensagem” e não fazer com que ela chegue a quem interessa. Por isso, é muito importante entender quais redes sociais são preferencialmente utilizadas pelas pessoas que podem se interessar por seu trabalho. Essa não é uma resposta tão simples de encontrar, cabe ao profissional monitorar suas redes e entender quais delas entregam mais resultado.

4. Conheça as especificidades de cada rede social

Na mesma linha do que vínhamos tratando no tópico anterior, é preciso conhecer as especificidades das redes sociais. Isso porque uma publicação para o Facebook, embora possa ser replicada em outras redes, não deve ser apresentada no mesmo formato. 

Nesse sentido, o exemplo de mais fácil visualização talvez seja o Instagram, que é uma rede social em que encontramos predominantemente vídeos e imagens. Nas publicações, a parte de destaque do texto se resume a uma ou duas linhas, de modo que para visualizar uma mensagem mais extensa o usuário deverá clicar em uma espécie de botão “ler mais”.

Disso podemos concluir que, para ser efetivo, ou se faz publicações apenas com vídeos e imagens concentrando a mensagem a ser passada nesse formato de conteúdo ou chame-se a atenção com uma chamada imperdível para um texto mais extenso. No Instagram também se faz interessante utilizar hashtags para se conectar mais facilmente ao segmento de pessoas que possam se interessar por sua área de atuação.

Outras redes sociais como LinkedIn, Facebook e Twitter também contam com suas especificidades. Vale acompanhar cada uma delas para entender quais formatos de conteúdo podem ser empregados.

5. Busque conferir autoridade ao seu perfil profissional

Hoje, assistimos a um número crescente de profissionais de saúde investindo em presença digital, como já destacado. Uma das formas de não se tornar apenas mais um entre tantos perfis é buscar conferir autoridade ao seu trabalho.

Parte desse objetivo é cumprida à medida que você cria conteúdo relevante para o público e responde a dúvidas recorrentes em relação à sua especialidade, tópico já explorado aqui. 

Ao mesmo tempo, outras abordagens também podem ser empregadas, como a apresentação de vídeos com procedimentos conduzidos por você, imagens de seu local de trabalho que façam transparecer um ambiente altamente profissional e depoimentos de pacientes. Ao explorar todos esses aspectos, o profissional tem plenas condições de construir uma percepção positiva sobre sua imagem nas redes e, assim, captar mais clientes. Contudo, vale lembrar que é sempre importante respeitar os princípio éticos que norteiam cada uma das profissões, principalmente no que diz respeito ao uso de imagens de pacientes e divulgação de procedimentos. 

6. Monitore seus resultados nas redes

Monitorar resultados nas redes sociais também é um aspecto que deve fazer parte de sua estratégia. Afinal de contas, para conhecer se, de fato, suas ações estão sendo efetivas, é importante acompanhar algumas métricas, como número de visualizações, número de seguidores, curtidas etc. Para as plataformas de patrocínio, como o Facebook Ads, existem métricas específicas que podem ser visualizadas no ambiente da própria plataforma.

      7. Estabeleça parcerias

Você já deve ter se deparado com os chamados influencers divulgando produtos e serviços de parceiros em redes sociais, não é mesmo? Saiba que essa mesma lógica pode ser empregada no seu perfil em redes sociais, desde que respeitadas as restrições éticas, algo que vamos abordar adiante.

Tenha em vista, por exemplo, que profissionais de saúde de um mesmo segmento, mas que não concorrem pelo mesmo público, podem recomendar os seus serviços e vice-versa. Marcas de produtos utilizados em sua atividade também são potenciais parceiros. Essa é uma forma de ampliar seu alcance nas redes, já seu perfil será visualizado em outras contas.

     8. Conheça as limitações legais para divulgação de seu trabalho

Quando o assunto é divulgação do trabalho de profissionais de saúde em redes sociais ou em qualquer outro meio, é preciso se atentar para restrições éticas. A grande maioria dos conselhos profissionais, como os de Medicina, Odontologia e Farmácia estabelecem uma série de limites para esse tipo de promoção.

Em caso de procedimentos estéticos, por exemplo, são vedados quaisquer tipos de propaganda em que o profissional sugira, mesmo que sutilmente, garantia de resultados. O entendimento dos conselhos vai no sentido de que a fisiologia de cada corpo humano é única, de modo que, se a intervenção em um paciente “X” teve os resultados esperados, isso não significa que o mesmo acontecerá com o paciente “Y”. Além disso, a divulgação de imagens, fotos ou vídeos de pacientes, também está sujeita a critérios éticos que devem ser considerados sempre em qualquer tipo de publicação. 

A violação desse tipo de normatização pode representar a cassação do registro do profissional no conselho. Atualmente, com o crescente número de profissionais de saúde criando perfil profissional nas redes, temos assistido a muitos problemas dessa natureza. 

Com o post de hoje, esperamos ter trazido os melhores esclarecimentos sobre como os profissionais de saúde podem divulgar seu trabalho nas redes sociais. Você deve ter percebido que com ações muito simples é possível qualificar de forma considerável seu perfil profissional e que o investimento em presença digital é imprescindível. 

**Separar as redes sociais pessoais da profissional.

Deixe um comentário

× Como posso te ajudar?
Rolar para cima